• Siga o Meia-Hora nas redes!

Pensada para aprender

A scooter elétrica Flow, da 22 Motors, usa dados do GPS para ampliar desempenho

Por O Dia

Toda a iluminação da Flow é feita por luzes em LEDs
Toda a iluminação da Flow é feita por luzes em LEDs - Divulgação

Uma startup indiana criou uma scooter elétrica 100% conectada com a internet. Trata-se da Flow, que é produzida pela 22 Motors. Lançado no Salão de Veículos da Índia no início do ano, o modelo aprende com o estilo de condução e a rota do proprietário. Todas as primeiras unidades já foram vendidas.

A tecnologia é empregada em pequenos detalhes. Freios, por exemplo, utilizam uma engenharia especial para aproveitar a energia gerada em frenagens. Essa carga retorna para as baterias e aumenta a autonomia da scooter. Além disso, a Flow conta com pneus sem câmara, bateria protegida por caixa à prova d'água, iluminação em LEDs (farol e lanterna) e painel digital.

Esse painel, por sinal, tem um sistema inteligente de navegação que aprende como o condutor pilota e por onde ele costuma trafegar. Isso gera, por exemplo, dados sobre uso da bateria, diagnósticos e métricas. O condutor consegue, assim, mais desempenho da moto.

A Flow é equipada com uma bateria de íons de lítio que tem autonomia para rodar 80 km. Mas pode receber mais um dispositivo e alcançar 160 km. A scooter conta com um motor elétrico da Bosch que gera 2,1 kW. O propulsor garante uma velocidade máxima de 60 km/h.

O desempenho é o suficiente para certos centros urbanos, onde o trânsito impede o desenvolvimento de velocidades altas, como é o caso de Nova Délhi (Índia). O caráter inovador explica o motivo de a 22 Motors já ter conseguido vender, de maneira antecipada, todas as unidades da scooter colocadas à venda por cerca de R$ 4.300.

Galeria de Fotos

Toda a iluminação da Flow é feita por luzes em LEDs Divulgação
Painel de instrumentos 100% digital tem conexão bluetooth e função que aprende com a navegação Divulgação
Design remete a scooters clássicas. Modelo pesa menos de 90 kg. Toda a iluminação da Flow é feita em LEDs. Painel de instrumentos 100% digital tem bluetooth e função GPS Divulgação
Moto elétrica pode ter autonomia máxima de 160 km. Sistema GPS aprende com condução do piloto e proporciona melhor rendimento FOTOS Divulgação

Comentários

Mais notícias