• Siga o Meia-Hora nas redes!

Influência do futebol italiano na carreira

Lateral-direito quando jogador, de 1995 a 2009, Alberto Valentim teve longa experiência no futebol italiano atuou de 1999 a 2005 pelo Udinese e de 2005 a 2008 pelo Siena. De lá, onde também estudou para ser técnico, ele traz o perfil tático de marcação por zonas, com um time mais compacto.

"Não posso deixar de unir essas duas escolas riquíssimas, são nove títulos mundiais (cinco do Brasil e quatro da Itália), com todo o talento que só o brasileiro tem. Respeito as fases do jogo, quando você tem a bola e quando não tem. Conhecendo o dia a dia, características e peças, a gente vai definindo. Botafogo é time grande, quando tiver que atacar vai atacar, mas organizado. Nas últimas vezes que assumi variava um pouco de 4-3-3, 4-2-3-1", afirmou o técnico, que projetou a relação com o elenco: "Sou muito sério, exigente, mas sou muito parceiro. Sei quando precisa de uma boa conversa. Vou cobrar muito, mas sou transparente, leal e amigo."

Valentim também apresentou o seu auxiliar, Fernando Miranda. "Eu o conheço desde 2014, quando cheguei ao Palmeiras, e foi comigo para o Red Bull (em 2017), sabe a forma como trabalho", afirmou o novo técnico do Botafogo.

Comentários

Mais notícias