• Siga o Meia-Hora nas redes!

Clube tenta jogar com torcida contra argentinos

O Flamengo ainda nutre o sonho de ter torcedores em sua estreia na Libertadores, quarta-feira, contra o River Plate-ARG, no Engenhão. Hoje, às 10h30, advogados representarão o clube em audiência na sede da Conmebol, em Assunção, no Paraguai, e defenderão o arquivamento da punição de atuar com portões fechados nos dois primeiros jogos como mandante na competição continental.

Segundo o site Globoesporte.com, está entre os argumentos do clube o fato de os incidentes mais graves da confusão na final da Sul-Americana, da qual foi vice-campeão para o Independiente, da Argentina, terem ocorrido do lado de fora do Maracanã, o que é de responsabilidade da Polícia Militar. Isso passará pela crise de segurança pública que ocasionou a intervenção federal no Estado do Rio.

Será lembrada ainda o abrandamento da pena ao Corinthians em 2013, no caso em que um sinalizador que partiu da torcida corintiana matou o boliviano Kevin Espada, de 14 anos, em Oruro, no jogo em que o Timão empatou em 1 a 1 com o San José. O clube paulista acabou cumprindo apenas um jogo de punição vitória por 2 a 0 sobre o Millonarios-COL.

Comentários

Mais notícias