• Siga o Meia-Hora nas redes!

Fla joga amistoso hoje

De olho na Liberta e no Brasileiro, técnico interino testa o time em Goiânia

Lucas Paquetá elogia Barbieri: 'Procura passar bastante os detalhes e explica bem a forma de jogar'
Lucas Paquetá elogia Barbieri: 'Procura passar bastante os detalhes e explica bem a forma de jogar' - Gilvan de Souza / Flamengo

A uma semana da estreia no Brasileirão, diante do Vitória, em Salvador, e a 11 dias do duelo com o Santa Fé-COL, no Maracanã, pela Libertadores, o Flamengo faz do amistoso com o Atlético-GO, hoje, às 16h, em Goiânia, um divisor de águas na temporada. Após o fracasso no Carioca, com a eliminação nas semifinais (Botafogo 1 a 0), e ainda sem treinador, a meta é iniciar a volta por cima o jogo será, também, uma chance para o técnico interino Maurício Barbieri mostrar serviço na busca pela efetivação.

Ciente disso, Barbieri comandou treino, ontem, no Ninho do Urubu, orientou o grupo, não fez mudanças drásticas no time e recebeu elogios de Lucas Paquetá. "É um excelente treinador, procura passar bastante os detalhes, explica bem a forma de jogar. Isso vai nos ajudar. Está buscando acertar algumas coisas, e estamos focados neste amistoso para dar uma resposta a ele, que tem nos ajudado muito", disse.

Barbieri vai promover a volta de Renê à lateral esquerda, após o então treinador Carpegiani ter improvisado Everton na posição, e efetivar o colombiano Cuéllar, que vinha perdendo espaço, no meio de campo. A meta do técnico interino, além de reabilitar o time na temporada, é mostrar que tem condições de ser uma boa alternativa a Renato Gaúcho, nome preferido da diretoria para comandar o Flamengo, mas que ainda não decidiu se deixará o Grêmio.

"Renato (Gaúcho) é um bom nome, foi eleito o melhor técnico da (Libertadores da) América (em 2017). Não só ele, mas quem vier vai ser muito bem recebido. A expectativa é de todos. Independente do técnico que vier, temos que estar preparados para dar o melhor pelo Flamengo. Hoje, temos que trabalhar para dar o melhor pelo Barbieri", disse Paquetá.

Racing se assusta com alto salário de Guerrero

O alto salário de Paolo Guerrero (aproximadamente R$ 900 mil) deve impedir sua transferência para o Racing-ARG, que está no grupo de Vasco e Cruzeiro na Libertadores. Pelo menos é o que informou o jornal peruano Libero. "É muito difícil, seria uma loucura. Inclusive, se diz que Paolo Guerrero poderia continuar a sua carreira na Europa após a Copa do Mundo da Rússia", diz a publicação. O Libero ainda informa que nenhum jogador do Racing recebe salário como o de Guerrero. Nem Lautaro Martínez, atleta de 20 anos e destaque da equipe argentina, que está negociado com a Inter de Milão, da Itália. O contrato de Guerrero vai até agosto, e o Flamengo tenta a renovação. Suspenso pela Fifa por doping, ele estará livre para jogar a partir do dia 4 de maio.

Comentários

Mais notícias