• Siga o Meia-Hora nas redes!

Sandro é 'Bo-ta-fogo!'

Cria do Sport fala com carinho sobre o Glorioso e revela torcida para o jogo de hoje

Bo-ta-fogo! Foi assim, fazendo a separação de sílabas característica do canto da torcida, que Sandro respondeu para quem torceria no duelo de hoje, às 20h, na Ilha do Retiro, pela segunda rodada do Campeonato Brasileiro. Aos 45 anos, o pernambucano guarda com carinho o período em que foi zagueiro do Glorioso, entre 1999 e 2004, mesmo sem ter conquistado um título sequer. Revelado pelo Sport, ele faturou dois estaduais pelo Rubro-Negro do Recife, em 1994 e 1996, e uma Copa do Nordeste, em 1994.

"O que pesa, para mim, é como a torcida me trata. Eu nunca fui vaiado pela torcida do Botafogo. E joguei num momento difícil. Isso me marcou muito. Fomos rebaixados no Campeonato Brasileiro em 2002 e subimos juntos em 2003. Eu tenho uma paixão por este clube que não sei explicar. Pode colocar bem grande aí, na matéria: Ele é Botafogo!", disse Sandro.

A paixão pelo Botafogo, porém, não o impede de fazer uma análise cética sobre o destino da equipe no Brasileirão. "O gol que ajudou no título carioca (marcado por Carli, sobre o Vasco) saiu de um bate-rebate, sofrido. O ano não está sendo regular. Eu acho que o elenco precisa de quatro reforços de peso. Se eles chegarem, posso dizer que briga por título. Com o que temos, acho que fica no limite de uma briga por vaga na Libertadores", disse Sandro, que, por outro lado, confia no técnico Alberto Valentim, que está há dois meses no comando do Alvinegro: "Ele me passa que será um grande treinador. Tem bom relacionamento com o elenco, é estudioso, foi jogador, vibra com o time, é calculista e não expõe atleta."

Comentários

Mais notícias