• Siga o Meia-Hora nas redes!

Vitória hoje classifica o Mengão para as oitavas

Rubro-Negro vai atacar o Emelec no Maracanã para avançar na Libertadores com uma rodada de antecedência e exorcizar de vez o fantasma da fase de grupos

Sem Guerrero, que teve a suspensão por doping ampliada segunda-feira e só poderá voltar a jogar em janeiro de 2019, o Flamengo deposita a maioria das fichas em Henrique Dourado para espantar de vez o fantasma das eliminações precoces na Libertadores e seguir vivo na caminhada rumo ao Bi. Na vice-liderança do Grupo 4 com seis pontos, o Mais Querido só precisa de uma vitória hoje, às 21h45, no Maracanã, sobre os equatorianos do Emelec, que somam apenas um pontinho e ocupam a lanterna, para avançar às oitavas de final, o que não acontece desde a edição de 2010 os rubro-negros caíram na fase de grupos nas três participações seguintes, em 2012, 2014 e 2017.

Em caso de tropeço, o Fla terá que decidir a vaga em pleno Monumental de Núñez, em Buenos Aires, no próximo dia 23, diante do River Plate, líder com 11 pontos os argentinos já atuaram na rodada e venceram o Independiente Santa Fé, terceiro colocado com quatro pontos, na Colômbia, por 1 a 0, e se garantiram nas oitavas de final. Também pela última rodada, no mesmo dia, o Emelec receberá o Santa Fé, em Guayaquil.

Artilheiro do Brasileirão de 2017 pelo Fluminense com 18 gols, ao lado de Jô (Corinthians), o Ceifador assume de vez o posto de homem-gol do Flamengo. Nesta Libertadores, Dourado já balançou a rede duas vezes contra o River (2 a 2, no Engenhão) e o Santa Fé (1 a 1, no Maracanã) , mas não comemorou com a Nação Rubro-Negra, já que estes dois jogos foram realizados com portões fechados. Dourado, no entanto, também ficou marcado por perder uma chance claríssima diante do mesmo adversário de hoje, em Guayaquil, na vitória rubro-negra por 2 a 1.

Apesar de ainda não ter conquistado a confiança do torcedor, o centroavante tem bons números nesta temporada. São oito gols em 19 jogos, média de 0,42 por partida, superior a duas das três temporadas de Guerrero pelo Flamengo. E Dourado já deixou sua marca em todas as competições que o time disputa neste ano: Libertadores (2), Copa do Brasil (1), Carioca (3) e Campeonato Brasileiro (2).

Comentários

Mais notícias