• Siga o Meia-Hora nas redes!

Hora de fazer o dever de casa

Tricolor quer aproveitar os dois jogos seguidos no Maracanã para embalar

Abel: 'Tem que ter inteligência'
Abel: 'Tem que ter inteligência' - LUCAS MERÇON / FLUMINENSE F.C.

A derrota frustrante no clássico com o Botafogo (2 a 1, segunda-feira passada, no Engenhão) ainda não foi totalmente digerida pelo técnico Abel Braga.

Mas, como no futebol não existe tempo para lamentações, o Fluminense quer aproveitar os dois próximos compromissos pelo Campeonato Brasileiro no Maracanã para encostar de vez nos líderes. O time é o nono colocado, com sete pontos.

E amanhã, às 19h, o Time de Guerreiros terá pela frente a primeira 'pedreira': o Atlético Paranaense. Depois, no outro fim de semana, a Chapecoense será a visitante da vez.

"A pior partida para se jogar é essa do Atlético. É uma maneira de jogar que dificulta. Se jogar só com alma não adianta. Tem que ter inteligência. Não podemos deixá-los aproveitarem as chances. A equipe descansou bem, fez um trabalho tático com os garotos dos juniores como atua o Atlético e foi muito bem. Mas o torcedor tem que saber que a dificuldade vai existir", destacou Abelão, que em seguida já projetou o encontro com a Chapecoense. "Vamos fazer de tudo para ganhar seis pontos, mas são dois jogos difíceis. Não tem garantia. A Chape jogou bem contra o Flamengo (em Chapecó, na derrota rubro-negra por 3 a 2 na rodada passada).

Contra o Furacão, o Fluminense ainda não poderá contar com o retorno do zagueiro Ibañez, que está na preparação física após sofrer um estiramento de grau 2 na coxa esquerda. Abel confirmou o desfalque, mas escondeu seu substituto. "O Ibañez não está nem no grupo. Temos duas possibilidades de mudança, mas não falo de time. O Ibañez não treinou conosco, não vai para o jogo", destacou.

Comentários

Mais notícias