• Siga o Meia-Hora nas redes!

Fim de tabu e zoação

Após o Fluzão ganhar da Chape pela primeira vez, torcida provoca Henrique Dourado

O Fluminense conseguiu a sua primeira vitória na história sobre a Chapecoense, depois de seis derrotas e três empates. O fim do tabu que já durava 42 anos o primeiro jogo entre os times ocorreu em 1976 e acabou 2 a 2 foi comemorado pela torcida tricolor, no Maracanã, ao som da marchinha "Balancê, Balancê", adaptada para provocar o ex-centroavante da equipe que hoje defende o arquirrival Flamengo, além de exaltar seu atual camisa 9, autor de dois gols nos 3 a 1 de ontem: "Henrique Dourado que vá se f... O Pedro é melhor que você!".

O Fluminense começou o jogo decidido a acabar com o tabu contra a Chape. O Tricolor teve o domínio desde o início do jogo e abriu o placar aos 21 minutos: Marcos Júnior pedalou pela esquerda e cruzou na pequena área; o goleiro Jandrei não cortou, a bola bateu em Gilberto e sobrou para Pedro fazer 1 a 0. Aos 25, após um lançamento de Jadson feito do campo de defesa, o zagueiro Douglas cabeceou por cima de Jandrei, e Marcos Júnior apareceu sozinho na área para empurrar pro gol.

O Flu perdeu consistência com as saídas de Gum, aos 43 do primeiro tempo, e Marcos Júnior, no intervalo. Os dois sentiram problemas musculares. A etapa final começou com um susto: Arthur Caíque diminuiu para a Chape aos 4 minutos, de falta. Depois, o Flu teve duas grandes chances, com Sornoza, que chutou para fora, e Robinho, que acertou o travessão.

Mas a oportunidade mais incrível foi da Chape, aos 20, quando Júlio César salvou duas vezes, em finalizações de Canteros e Arthur. Aos 41 o 'garoto dourado' tricolor sepultou de vez o tabu: Pedro recebeu cruzamento de Gilberto, já dominou tirando a marcação e chutou firme para fechar o placar.

Comentários

Mais notícias