• Siga o Meia-Hora nas redes!

Hoje é dia de tudo ou nada

Argentina de Messi precisa vencer a Nigéria e torcer por um tropeço dos islandeses

Messi ainda não disse a que veio na Copa: hoje tem chance de virar jogo
Messi ainda não disse a que veio na Copa: hoje tem chance de virar jogo - AFP

Os jogadores da Argentina foram recebidos com grande festa pela torcida em São Petersburgo, local do duelo decisivo de hoje, às 15 horas (de Brasília), com a Nigéria. O técnico Jorge Sampaoli, que enfrenta críticas e questionamentos de todos os lados, procura demonstrar tranquilidade e confiança, embora seu semblante entregasse ontem a preocupação em vários momentos.

O treinador assegurou que a Argentina fará hoje a melhor exibição no Mundial, o que, na verdade, não significa muito o time vem de um empate em 1 a 1 com a Islândia e uma derrota de 3 a 0 para a Croácia: "Nossa meta é vencer cinco partidas até a final. Amanhã (hoje) será a primeira."

Sampaoli não antecipou a escalação, mas a tendência é que promova a entrada de Banega, Di María e Higuaín, apostando na experiência para dar um suporte a Lionel Messi, também muito pressionado pela campanha ruim até aqui. Para se manter viva, a Argentina tem que vencer a Nigéria e torcer por tropeço da Islândia diante da Croácia. Se os islandeses vencerem, os hermanos terão que ganhar por um gol a mais do que os vikings.

Com três pontos e na vice-liderança do Grupo D, a Nigéria precisa de uma vitória simples para avançar às oitavas de final. Até pode se classificar com um empate, desde que a Islândia vença a Croácia por diferença de apenas um gol.

Comentários

Mais notícias