• Siga o Meia-Hora nas redes!

Essa é a Celeste de verdade!

Uruguai mete 3 a 0 na Rússia e pegará Portugal

Econômico nas duas primeiras rodadas da Copa do Mundo, com dois triunfos de 1 a 0 sobre Egito e Arábia Saudita, o Uruguai reservou o melhor de seu ataque na vitória de 3 a 0 sobre a Rússia, ontem. Suárez fez história na Arena Samara. De falta, o atacante chegou ao 424º gol na carreira e superou Fernando Morena (423 gols) como o maior da história do país. Já Cavani desencantou em solo russo. Cherychev, contra, completou o placar.

Com 100% de aproveitamento, a Celeste repete o feito da Copa do Mundo de 1954, na Suíça, se classifica às oitavas de final como líder do Grupo A e terá Portugal pela frente, sábado, às 15h, em Sochi. Segunda colocada, a anfitriã Rússia enfrentará a Espanha, domingo, às 11h, em Moscou.

"Tínhamos que mostrar uma boa imagem, jogamos como jogávamos antes", disse Suárez.

Criticado pelas atuações anteriores, Suárez chamou a responsabilidade. Não houve discussão após a falta sofrida por Bentancur na entrada da área. O astro do Barcelona ajeitou a bola, acertou um forte chute rasteiro no canto e abriu o placar aos nove minutos.

A anfitriã tentou reagir, e Cheryshev foi um dos poucos a dar trabalho a Muslera. Com três gols na Copa, o apoiador acabou marcando contra, aos 22, no desvio de um chute de Laxalt.

O quadro piorou após a expulsão de Smolnikov, por falta violenta, ainda no 1º tempo. Akinfeev fez o que pôde, até os 44 minutos do segundo tempo, quando o goleiro pegou a cabeçada de Godín, mas Cavani marcou o seu primeiro gol na Copa após o rebote.

Comentários

Mais notícias