• Siga o Meia-Hora nas redes!

Hoje tem decisão para a Alemanha

Campeã do mundo precisa vencer a Coreia do Sul

Toni Kroos (E) e Khedira, que pode entrar hoje no lugar de Rudy
Toni Kroos (E) e Khedira, que pode entrar hoje no lugar de Rudy - AFP

Depois da vitória dramática contra a Suécia na segunda rodada da Copa da Rússia (2 a 1, pelo Grupo F, com gol já nos acréscimos do segundo tempo), a Alemanha precisará mais uma vez mostrar porque é a atual campeã do mundo. Hoje, às 11h (de Brasília), em Kazan, a equipe terá que vencer a Coreia do Sul para não depender de outro resultado e avançar às oitavas de final.

Dividindo a vice-liderança da chave com a Suécia (leva vantagem no confronto direto), a equipe do técnico Joachim Low ainda se classifica em caso de empate com os sul-coreanos, desde que os suecos sejam derrotados pelos mexicanos os nórdicos só não serão eliminados se vencerem por dois gols de diferença.

Para a partida, a Alemanha já tem dois desfalques: o zagueiro Boateng, suspenso pela expulsão na rodada passada, e o volante Rudy, vetado por conta de uma fratura no nariz. Hummels, na zaga, e Khedira ou Gündogan são as opções.

Apesar de 'respirar por aparelhos' no Mundial, a Coreia do Sul, lanterninha do grupo, se agarra à remota chance de classificação para arrancar forças e tentar vencer a toda-poderosa Alemanha. O atacante Son Heung-Min, no entanto, não quis se aprofundar ao ser perguntado sobre as reais chances de vitória.

"Claro que faremos de tudo para ir às oitavas. Eles têm de vencer, nós também. São os atuais campeões, os primeiros do ranking, mas você nunca sabe qual será o resultado", disse, bem sincero.

Comentários

Mais notícias