• Siga o Meia-Hora nas redes!

Deschamps comemora

Técnico francês festeja porque terá o time completo na semi

Normalmente comedido, o técnico Didier Deschamps comemorou muito a classificação francesa
Normalmente comedido, o técnico Didier Deschamps comemorou muito a classificação francesa - afp

Além da classificação da França, com autoridade, para as semifinais da Copa do Mundo da Rússia, o técnico Didier Deschamps festejou o fato de sua equipe avançar no torneio sem problemas.

Isso porque Pavard, Pogba, Tolisso e Giroud estavam pendurados com cartões amarelos. O treinador francês, em um determinado momento da partida, teve que segurar o volante Pogba para que seu comandado não entrasse na 'pilha' pesada dos uruguaios. Os cartões serão zerados nas semifinais, impedindo que haja desfalques por esse motivo na finalíssima, a menos que haja expulsões nas semifinais.

"O mais importante é que não tivemos lesão, ninguém levou o segundo amarelo, o Matuidi vai voltar, terei todos os jogadores à disposição", disse Deschamps, em relação ao jogador que cumpriu suspensão. "Estamos na semifinal, já é alguma coisa. O que eu posso dizer é que não vai ser uma Copa fracassada", destacou o técnico.

Favoritos ao título?

Questionado se a sua equipe é a favorita ao título mundial, Deschamps não quis fazer projeções. Para ele, é preciso continuar a pensar pensar jogo a jogo.

"Temos potencial para estar na final. Sobre preferência de adversário na semifinal, não tenho", disse Deschamps, antes do jogo em que a Bélgica eliminou o Brasil. "A fase de grupos foi dura, e outros times grandes não tiveram sucesso, podemos não ter sido sempre os melhores, mas passamos. Crescemos contra a Argentina. Não foi fácil. Hoje (ontem), mostramos nosso nível mental, e foi ótimo para nós", concluiu o treinador da seleção francesa.

Galeria de Fotos

Normalmente comedido, o técnico Didier Deschamps comemorou muito a classificação francesa afp
O técnico Tite sofreu apenas duas derrotas à frente da Seleção, mas a de ontem para a Bélgica foi fatal AFP
O meia russo Cheryshev (E) conversa com membro da comissão técnica. À direita, o lateral Mario Fernandes Fotos da AFP

Comentários

Mais notícias