• Siga o Meia-Hora nas redes!

Com sabor de vitória

Desfalcado, Vasco segura o Atlético-MG, no Independência, e traz ponto importante

O atacante Maxi López, observado pelo zagueiro Leonardo Silva, fez seu melhor jogo pelo Vasco
O atacante Maxi López, observado pelo zagueiro Leonardo Silva, fez seu melhor jogo pelo Vasco -

Em Belo Horizonte, o Vasco passou sufoco, mas, contrariando todas as dificuldades (desfalques e favoritismo do rival), a equipe do técnico interino Valdir Bigode resistiu ao Atlético Mineiro, ontem, no Estádio Independência, pela 20ª rodada do Campeonato Brasileiro: 0 a 0.

"Tomamos conta de um dos melhores ataques da competição. É sempre difícil jogar aqui, mas temos que comemorar esse ponto importante", ressaltou o zagueiro Luiz Gustavo. O Vasco entrou em campo cheio de desfalques. Oito, no total Breno, Castan, Ramon, Giovanni Augusto, Thiago Galhardo, Rildo, Werley e Henríquez.

O Gigante da Colina, que não vence há cinco jogos, volta a campo no domingo, em São Januário, às 19h (de Brasília), contra a Chapecoense. Para esse duelo, a diretoria espera já ter acertado com o técnico Alberto Valentim. Caso ele não chegue no Brasil a tempo ou as negociações demorem mais do que o esperado, Valdir Bigode seguirá o trabalho. Ao todo, o interino está invicto no comando quatro empates e uma vitória.

O primeiro tempo do time foi correto defensivamente, apesar de um ou outro susto. Na frente, Maxi López, ainda sem ritmo, pouco ameaçou. No entanto, o atacante argentino se soltou na etapa complementar, quando em duas oportunidades por muito pouco não colocou o Vasco em vantagem. Em uma delas, após grande defesa de Victor, a bola 'beijou' a trave.

Só que, sem um jogador de criação no meio, logo os donos da casa tomaram conta do jogo. Apesar da pressão, o Vasco segurou as pontas como deu e, no último minuto, ainda contou com a sorte após Ricardo Oliveira, sem querer, acertar a trave de Martín Silva.

Souza rende R$ 2 milhões

Revelado em São Januário, o volante Souza trocou o Fenerbahçe, da Turquia, pelo Al Ahli Jeddah, da Arábia Saudita. Segundo o site Globoesporte.com, a transferência foi fechada em R$ 56 milhões, que irá render cerca de R$ 2 milhões ao Gigante da Colina por ser o clube formador. Após deixar o Vasco, em 2010, Souza foi para o Porto, de Portugal, onde ficou até 2012. Depois defendeu o Grêmio, o São Paulo e, finalmente, o Fenerbahçe. Aos 29 anos, o jogador já disse diversas vezes que tem planos para voltar ao Vasco no futuro.

Comentários

PUBLICIDADE RETANGULO MÉDIO
    PUBLICIDADE BILLBOARD

    Mais notícias