• Siga o Meia-Hora nas redes!

Foi valente, mas perdeu

Na estreia do técnico Alberto Valentim, Vasco não resiste ao Atlético-PR, em Curitiba

Na primeira partida sob o comando de Alberto Valentim, o Vasco não jogou mal, ontem, na Arena da Baixada, em Curitiba, mas perdeu para o Atlético-PR por 1 a 0, em partida adiada da 15ª rodada do Brasileiro.

"Gostei muito (da atuação). Tomamos um gol e ali tem um erro que vamos corrigir. Gostei muito da nossa fase defensiva. O Atlético não teve nenhuma chance claríssima de gol. Foram 11 finalizações contra 16 nossas. Precisamos melhorar nosso jogo de jogar mais no campo do adversário", disse Valentim.

O resultado fez o Gigante da Colina cair da 13ª para a 15ª colocação, com 24 pontos, a apenas três da zona de rebaixamento a Chapecoense é o primeiro clube dentro do Z-4. O próximo compromisso será contra o Santos, sábado, no Maracanã.

Por jogar em casa, o Furacão tentou empurrar o Vasco para o seu campo de defesa. No entanto, bem organizado para sair nos contra-ataques, o time de Alberto Valentim anulou a maioria das tentativas ofensivas dos paranaenses. Mas, sem o argentino Maxi Lopez (suspenso pelo terceiro amarelo), o ataque do Vasco sentiu muito a falta de uma referência. Andrés Ríos, o substituto, não ameaçou.

Na primeira grande chance do Vasco, aos 25, o goleiro Santos saiu jogando errado e deu a bola nos pés de Vinícius Araújo, que chutou para fora. Aos 30, o volante Raul bateu da marca do pênalti e Santos evitou o gol.

No segundo tempo, logo aos três minutos, o Furacão mandou uma bola no travessão que deixou o Cruzmaltino meio tonto. Mas, como o Atlético-PR tem muitas limitações, logo passou a dar espaços para o Vasco levar perigo nas suas investidas. Aos nove, de novo com Raul, o time quase abriu o placar, quando o volante driblou dois adversários, mas chutou em cima de um dos marcadores. E a pressão carioca parou aí.

Aos 18, Raphael Veiga fez o gol que definiu o confronto: Léo Pereira cruzou da esquerda e o apoiador, sem precisar sair do chão, cabeceou no canto. Já aos 48, Vinícius Araújo cabeceou para fora a chance do empate.

Comentários

PUBLICIDADE RETANGULO MÉDIO
    PUBLICIDADE BILLBOARD

    Mais notícias