• Siga o Meia-Hora nas redes!

Quatro dias de concentração

Vascão vai treinar no Clube da Aeronáutica

A proximidade da zona de rebaixamento do Campeonato Brasileiro ligou o sinal de alerta em São Januário. Desde a noite de ontem até quarta-feira, jogadores e comissão técnica estarão em regime de concentração. Com muitos problemas e uma agenda curta para corrigi-los, o técnico Alberto Valentim sentiu a necessidade de passar mais tempo com o grupo.

A derrota de 3 a 0 para o Santos, no Maracanã, aumentou a cobrança interna no clube. A decisão de antecipar a concentração foi tomada pelo departamento de futebol, com o apoio da comissão técnica. Durante o regime, os treinos acontecerão no Clube da Aeronáutica, na Barra da Tijuca, e não no CT do Almirante, em Vargem Pequena. O Vasco embarca para Belo Horizonte na quarta-feira e, no dia seguinte, enfrenta o América-MG, no Independência.

"Falei na coletiva que precisamos trabalhar mais. Essa iniciativa é muito importante para acelerar o processo de conhecimento dos atletas.... Quero encontrar os jogadores e conversar individualmente com cada um deles", disse Valentim ao site oficial do clube.

Diante do Coelho, o Vasco tentará quebrar o tabu de não ter vencido como visitante neste Brasileirão. Em nove jogos, empatou quatro um deles no Maracanã contra o Flamengo (1 a 1) e perdeu cinco.

O retrospecto ruim não diminui a confiança vascaína. Após visitar o América-MG, no Independência, o time vai encarar o Vitória, domingo, no Barradão. "São confrontos diretos, onde precisamos pontuar. Temos que jogar com sabedoria para conseguirmos vencer fora de casa. Iremos montar uma estratégia para isso, mas atuando de maneira segura e organizada. Nos esforçamos ao máximo para cumprir bem a nossa função. Infelizmente, nos últimos jogos, não conseguimos. É manter a cabeça fria e buscar o resultado que nos interessa nessas partidas fora de casa", explicou o lateral-esquerdo Henrique.

Comentários

PUBLICIDADE RETANGULO MÉDIO
    PUBLICIDADE BILLBOARD

    Mais notícias