Mais Lidas

Seleção olímpica 'turista' palco da estreia contra a Alemanha, que garantiu o penta na Copa de 2002

Com a escalação definida, técnico André Jardine comandou o trabalho de reconhecimento no Estádio Internacional de Yokohama

Bruno Guimarães, Nino, Matheus Henrique e Bruno Fuchs registram a chegada no Estádio Internacional de Yokohama
Bruno Guimarães, Nino, Matheus Henrique e Bruno Fuchs registram a chegada no Estádio Internacional de Yokohama -
Yokohama - Na véspera da estreia nas Olimpíadas de Tóquio contra a Alemanha, na manhã desta quinta-feira, às 8h30, a dia da seleção olímpica proporcionou uma viagem do tempo no reconhecimento do Estádio Internacional de Yokohama, palco do pentacampeonato na final da Copa do Mundo de 2002, justamente contra os alemães.
Com exceção de Daniel Alves, com 19 anos e idade para disputar Jogos Olímpicos, a maioria dos 22 jogadores convocados por André Jardine era criança quando Ronaldo Fenômeno comandou, com dois gols, a vitória por 2 a 0 sobre a Alemanha, na decisão da Copa da Coréia e do Japão, na noite do dia 30 de junho.

"Eu tinha só três anos. Mas sempre ouvi do meu pai sobre esse dia. E com a internet a gente conhece a história. Ronaldo era espetacular. Eu só espero que nós também possamos escrever o nosso capítulo nesse estádio. É muito bonito", disse Matheus Cunha ao site da CBF.
O treino de reconhecimento teve clima de 'tour' pelo estádio que também consagrou os títulos do Mundial de Clubes de São Paulo, Internacional e Corinthians. Os jogadores não perderam a chance de 'turistar' e registrar cada momento. O treino tático foi realizado no período da tarde no campo anexo ao estádio. E a base da Seleção na reedição da final dos Jogos Olímpicos de 2016, no Rio de Janeiro, está mantida com: 
Santos, Daniel Alves, Diego Carlos, Nino e Guilherme Arana; Douglas Luiz, Bruno Guimarães e Claudinho; Richarlison, Matheus Cunha e Antony.