• Siga o Meia-Hora nas redes!

ACADÊMICOS DO SOSSEGO

A Acadêmicos do Sossego promete surpreender na Série A. A escola do Largo da Batalha, em Niterói, levará para a Avenida o enredo "Ritualis", que conta a história dos rituais religiosos. O diferencial da Azul e Branca, esse ano, está em um detalhe inusitado do samba: a letra não tem sequer um verbo.

"Fizemos um levantamento histórico de vários rituais religiosos e percebemos que quando você está num processo de ritual, a pessoa entra em um transe religioso, o 'eu', aquele princípio de individuação, é dissolvido para ser reconectado ao todo do universo. O samba todo é um processo de transe, não haveria necessidade de conjugar verbos, pois no ritual não tem o 'eu', nem o 'tu', o 'ele' ou 'eles'", explicou Felipe Filósofo, um dos autores do samba, ao lado de Ademir Ribeiro, Sérgio Joca, Orlando Ambrósio, Macaco Branco, Mário da Vila Progresso, Renato Pacote, Xandinho Nocera, Fábio Borges, Ivan Ribeiro, Bertolo e Thiago Oliveira.

Comentários

Mais notícias