• Siga o Meia-Hora nas redes!

Cerveja de graça na festa da comemoração

A Beija-Flor montou um palco e um telão para que a comunidade pudesse acompanhar a apuração. Após o resultado, uma grande festa com milhares de pessoas tomou conta de toda praça e das ruas ao redor, com distribuição de cerveja de graça pela escola e muito samba. O patrono da escola, o contraventor Anísio, subiu com a família ao palco e ficou ao lado do coordenador da comissão de Carnaval, Laíla. A garra da comunidade era exaltada pelos integrantes. "O título vai para a comunidade de Nilópolis e todos os componentes da Beija-Flor", disse a porta-bandeira Selminha Sorriso, que não perdeu nenhum décimo (recebeu apenas uma nota 9,9 entre os quatro jurados, mas que, pelas regras da Liesa, foi descartada).

O samba da escola era exaltado por todos na comemoração. "Fiquei apreensiva na apuração, mas sabia que o samba-enredo ia fazer a diferença para os jurados", comemorou a Baiana Maria Auxiliadora, de 84 anos, 37 de Beija-Flor.

Comentários

Mais notícias