• Siga o Meia-Hora nas redes!

É hora de recomeçar

Grande Rio e Império Serrano são rebaixadas e estarão na Série A do Carnaval de 2019

Enquanto Beija-Flor e Tuiuti festejavam o campeonato e o vice, respectivamente, a Grande Rio (penúltima colocada) e o Império Serrano (última) choravam o rebaixamento para a Série A do Carnaval elas somaram apenas 266,8 e 265,6 pontos. A escola de Duque de Caxias estava no Grupo Especial desde 1992.

Com o enredo que falou sobre o Chacrinha, a Grande Rio fez o desfile com apenas cinco carros, porque a sexta alegoria quebrou na concentração do Sambódromo e não entrou na Avenida. Um buraco de pelo menos 100 metros se formou na Sapucaí. Com isso, a escola ultrapassou o tempo limite em cinco minutos e foi penalizada com a perda de cinco décimos.

Promotor de eventos da escola de Duque de Caxias e colunista do MEIA HORA, David Brazil lamentou o rebaixamento, mas disse que a escola precisa de uma reformulação.

"Espero que a Grande Rio venha com mudanças em 2019, pois sinto que existem pessoas em postos importantes da escola que não valorizam o cargo que ocupam. Estou muito triste, mas a minha cabeça está erguida", afirmou David.

Já a Verde e Branca de Madureira perdeu dois décimos porque deixou a Avenida dois minutos antes do tempo mínimo regulamentar de desfile. O Império Serrano falou sobre a China e havia voltado ao Especial após sete anos. "É um sentimento de muita tristeza. Talvez o nosso projeto não tenha sido entendido. Algumas notas foram severas, como nos quesitos de Alegoria e Bateria. Sem falar que a nossa comissão veio importante, com pessoas consagradas no Carnaval. São pontos que achávamos que não íamos perder", disse o vice-presidente de Carnaval do Império Serrano, Paulo Elias.

Comentários

Mais notícias