• Siga o Meia-Hora nas redes!

Salgueiro é só decepção

Após resultado, quadra se esvazia. Diretor quer ver se pode recorrer

A tristeza toma conta da quadra do Salgueiro no fim da apuração
A tristeza toma conta da quadra do Salgueiro no fim da apuração - Daniel Castelo Branco

Depois de perder a disputa do título de campeã do Carnaval 2018 por um décimo de ponto, o Salgueiro, que chegou em terceiro lugar, acusou o golpe. Durante toda a apuração, o público reunido na quadra, no Andaraí, Zona Norte do Rio, não parou de cantar o samba da escola. Mas, assim que a apuração terminou e a Beija-Flor de Nilópolis foi declarada a vencedora, um clima de decepção tomou conta dos salgueirenses e a quadra da vermelho e branco começou a esvaziar.

"A gente fica meio indignado porque é o ano todo de trabalho duro. Nossa presidente se esforçou para fazer o melhor possível, gastou o que nunca foi gasto e, infelizmente, por um décimo, não ganhamos. Não querendo desmerecer a coirmã que foi a vencedora, mas nós ficamos indignados. Porém estamos com a cabeça erguida, a missão foi muito bem cumprida e vamos ver os detalhes para saber se houve algum erro em algum quesito, em alguma coisa, para a gente correr atrás desse título", reagiu Bruno Rodrigues, diretor do departamento de Carnaval do Salgueiro.

Já o salgueirense Alan Siqueira, de 35 anos, que torce para a escola desde criança, tentou encontrar uma explicação para a perda do título. "O samba-enredo da Beija-Flor era muito bonito, mas acho que o Salgueiro, no conjunto, foi melhor. Infelizmente, perdemos por um décimo. Fizemos tudo bem, mas enredo e samba-enredo foram (os quesitos) que nos prejudicaram. A Beija- Flor retratou a sociedade brasileira. Que sejam felizes!", comentou.

Comentários

Mais notícias