• Siga o Meia-Hora nas redes!

LUTANDO PARA VENCER NA VIDA

Stênio já ganhou no Rio de Prêmios uma vez e continua apostando
Stênio já ganhou no Rio de Prêmios uma vez e continua apostando - Mauricio Bazilio

A próxima sede dos Jogos Olímpicos é Tóquio, em 2020. É também naquele país a origem de algumas das artes marciais mais praticadas hoje no mundo. Stênio Tostes da Silva, de 50 anos, não vai ao Japão defender as cores da bandeira brasileira, mas um de seus sonhos é atuar na formação de jovens atletas para os esportes olímpicos. Profissional de jiu-jitsu há 20 anos, Stênio mora no Tanque, na Zona Oeste do Rio. Na sua casa funciona uma pequena academia, hoje aberta para amigos que queiram treinar. Para essa conquista, ele espera contar novamente com a sorte. Stênio acertou 19 dezenas do Rio de Prêmios, bilhete da Loteria do Estado do Rio de Janeiro (Loterj), e recebeu R$ 4.166,66.

"Minha ideia é transformar minha casa em um projeto para crianças e adolescentes. O esporte transforma vidas e é isso que quero proporcionar. Terão mais disciplina, respeito e uma nova oportunidade de vencer na vida. Espero ganhar de novo no Rio de Prêmios para conseguir realizar esse sonho. Com o prêmio, quitei algumas dívidas da minha família. Saímos um pouco do sufoco", conta Stênio, que pretende deixar um legado para os filhos Pablo, de 21 anos, e Paloma, de 15.

As cinco décadas de idade não impedem Stênio de manter uma rotina pesada de alimentação e treinamento três vezes por semana com o mestre Márcio Samurai. "O esporte sempre fez parte da minha vida. Já passei por várias artes marciais, mas nos últimos anos tenho me dedicado ao jiu-jitsu. Como estou desempregado, tenho mais tempo livre para treinar para os campeonatos estaduais e nacionais. E quem sabe um dia me tornar um lutador mundial de MMA, como Anderson Silva. Seria um grande sonho realizado", diz ele.

Comentários

Mais notícias