• Siga o Meia-Hora nas redes!

Grávida foi espancada e asfixiada

Grávida de cinco meses, a atendente de caixa katyara Pereira da Silva, de 27 anos, foi encontrada morta, com sinais de agressão e um saco plástico na boca, na manhã desta segunda-feira, em belford Roxo, na Baixada Fluminense. O bebê também morreu.

O corpo foi encontrado na casa onde a jovem moarava com duas filhas de 10 e 3 anos, na Rua Diogo Moreira, no Parque São José. Policiais do 39º BPM (Belford Roxo) foram acionados por vizinhos da mulher, que encontraram o corpo, por volta das 8h30, pelos gritos da filha mais nova da vítima.

A Delegacia de Homicídios da Baixada Fluminense (DHBF) foi acionada e periciou o corpo. A mulher tinha um saco plástico na boca e marcas de agressões.

Pelas redes sociais, familiares de Katyara acusaram um ex-companheiro da jovem, mas a DHBF não confirmou que haja, por enquanto, algum suspeito do crime. Amigos prestaram homenagens. "Que Deus te receba de braços aberto e console o coração de toda sua família. Vá em paz!", postou uma amiga.

Comentários

Mais notícias