• Siga o Meia-Hora nas redes!

Armas de PMs recolhidas

Existem divergências entre as informações passadas pelas polícias Militar e Civil. Sábado, o porta-voz da PM, major Ivan Blaz, disse que "todos os mortos eram bandidos e estavam ligados ao tráfico". No dia seguinte, a Civil informou que apenas quatro tinham alguma participação no tráfico. A Divisão de Homicídios não fez perícia nos locais onde os mortos foram encontrados. Os PMs envolvidos na operação prestaram depoimento e as 10 armas dos agentes foram recolhidas. Exame residuográfico foi feito em Matheus para saber se ele atirou ou não nos policiais.

O Ministério Público está de olho na atuação da PM na Rocinha. Há mais de 30 inquéritos envolvendo policiais do Bope e Choque. A Defensoria Pública do Estado também acompanha o que acontece na favela.

Comentários

Mais notícias