• Siga o Meia-Hora nas redes!

Estuprador roda no Sul

Maníaco atacou jovem e abusou dela 13 vezes, na Zona Oeste

O estuprador (de laranja) vendia doces perto de escolas no Paraná
O estuprador (de laranja) vendia doces perto de escolas no Paraná - Divulgação/Polícia Civil do Paraná

Acusado de abusar de uma mulher de 27 anos e de estuprá-la 13 vezes, no dia 4 de março, na Zona Oeste do Rio, Sérgio Miranda Almeida, de 40 anos, foi preso ontem, no bairro Capela Velha, em Araucária, na Região Metropolitana de Curitiba, no Paraná. O criminoso estava foragido da Justiça. No Paraná, o estuprador vendia balas e doces em saídas de escolas e em sinais de trânsito.

O ataque do tarado aconteceu quando a vítima entrava em um prédio, na Freguesia, em Jacarepaguá. O estuprador seguiu a mulher e, aparentando estar armado com uma faca e ameaçando matá-la, arrastou a jovem para a rua e iniciou os abusos. A vítima ficou em poder do criminoso por cerca de quatro horas e foi estuprada em diferentes pontos do bairro. Ele mudava de local quando percebia alguma movimentação de pedestres ou carros.

Além do estupro de 4 de março, Sérgio já havia sido preso pelo mesmo crime outras duas vezes. Em 1998, ele foi preso por tentativa de estupro. Em 2007, foi preso em flagrante por violentar uma menina de 12 anos. A criança ia para a escola quando o maníaco a raptou e a levou para a sua casa, onde aconteceu o estupro, filmado pelo tarado.

Sérgio também era envolvido com roubo de carros e era procurado pela Delegacia de Roubos e Furtos de Automóveis (DRFA). A prisão no Paraná foi um ação de apoio do Centro de Operações Policiais Especiais (Cope), da Polícia Civil local, que cumpriu mandado de prisão da DRFA do Rio.

Para o delegado-titular do Cope, Rodrigo Brown, "graças a um excelente trabalho conjunto, um criminoso que oferecia um grande risco à sociedade foi retirado de circulação". O criminoso deverá ser transferido para o Rio hoje.

Comentários

Mais notícias