• Siga o Meia-Hora nas redes!

Sábado de luto para a família sangue azul

Sargento tombou em ação, na Praça Seca, e cabo foi sequestrado e morto, em Iguaba

PM morto em Iguaba
PM morto em Iguaba - Reprodução

Em um final de semana de muita tristeza para a Polícia Militar, subiu para de 39 para 41 o número de PMs mortos, este ano, no Estado. Dois outros policiais foram baleados. Dois casos aconteceram na Zona Oeste, um na Região dos Lagos e outro na Região Metropolitana.

Na Zona Oeste, o sargento Carlos Eduardo Gomes Cardoso, de 36 anos, do 41º BPM (Irajá), morreu ontem de manhã, na comunidade do Bateau Mouche, na Praça Seca, numa operação policial de combate ao tráfico de drogas. Na mesma ação, outro militar também foi baleado. Ambos foram levados para o Hospital Municipal Lourenço Jorge, na Barra da Tijuca, mas o sargento já chegou à unidade morto. Até o final da tarde, não havia informações sobre o estado de saúde do outro PM baleado.

A operação foi coordenada pelo 18°BPM (Jacarepaguá), com apoio do 9º BPM (Rocha Miranda) e do 41º (Irajá), e tinha como objetivo vasculhar a favela em busca de traficantes e de esconderijo de armas e drogas. O Bateau Mouche era dominado por milicianos até o mês passado, mas foi tomado por traficantes. Desde então os confrontos têm sido quase diários. Em março, segundo dados do aplicativo Fogo Cruzado, houve registros de 42 tiroteios na Praça Seca.

O sargento Cardoso estava há 12 anos na Polícia Militar, era casado e deixa dois filhos. Ainda não há informações sobre o velório e enterro do PM.

Major foi baleado

Também ontem, o major Victor Schmitt Moreira, da Diretoria Geral de Pessoal da PM (DGP), foi baleado na Rodovia Amaral Peixoto, em São Gonçalo, após uma suposta tentativa de assalto. O oficial foi atingido por dois disparos, no tórax e na virilha. Ele está internado em estado grave no Hospital Estadual Alberto Torres, em São Gonçalo. Os criminosos fugiram.

Corpo no porta-malas

Na Região dos Lagos, o cabo Antônio Carlos Oliveira de Moura, de 33 anos, lotado no Batalhão de Polícia Rodoviária (BPRv), foi sequestrado e morto a tiros, ontem à tarde, em Iguaba Grande. Moura estava há oito anos na Polícia Militar e deixa a mulher grávida. Segundo a corporação, o corpo do PM foi encontrado no porta-malas de seu carro, que foi incendiado e abandonado no bairro Engenho Novo, numa área conhecida como Condomínio II.

Galeria de Fotos

PM morto em Iguaba Reprodução
O sargento Cardoso (E) foi morto em operação na Praça Seca. Já o cabo Moura (D) foi assassinado em Iguaba reprodução 'Jacarepaguá Notícias'
Sargento da PM foi morto em operação no Bateau Mouche, na Praça Seca WhatsApp O DIA (98762-8248)

Comentários

Mais notícias