• Siga o Meia-Hora nas redes!

MP aceita posição da defesa

Diante da situação, Leandro chegou a ouvir "desculpas" dos policiais que o prenderam. Ao ser detido e levado à 54ª DP (Belford Roxo), os militares lhe disseram acreditar que "esse pedido de prisão era um equívoco".

Em nota, o Ministério Público do estado do Rio (MPRJ) entendeu que são razoáveis as alegações da defesa de Leandro, que apresentou provas da que ele tem trabalho fixo e de que" o acusado pode ser outro homem com o mesmo prenome". Por isso, a promotoria opinou pela revogação da prisão preventiva, mediante a aplicação de medidas cautelares, como prevê a lei.

Comentários

Mais notícias