• Siga o Meia-Hora nas redes!

Chefão do CV queima 15 motocas roubadas

Motoboy proibiu a entrada de veículos e cargas ilegais em duas favelas da Maré

Traficante Motoboy mandou, na quinta-feira, queimar motos roubadas que estavam na Maré
Traficante Motoboy mandou, na quinta-feira, queimar motos roubadas que estavam na Maré - Reprodução

O tráfico fechou as portas para ladrões em duas favelas do Complexo da Maré. Informações do setor de Inteligência da Delegacia de Combate às Drogas (Dcod) mostram que o chefão da Nova Holanda e do Parque União, Rodrigo da Silva Caetano, o Motoboy, de 38 anos, do Comando Vermelho (CV), proibiu a entrada em seus 'domínios' de carros, motos e cargas roubados.

Mensagens e imagens nas redes sociais dão conta que o traficante mandou queimar pelo menos 15 motos roubadas que estavam no Parque União, na noite de quinta-feira. A informação foi confirmada pelo delegado titular da Dcod, Felipe Curi, ao MEIA HORA. "Foi proibida a entrada de veículos roubados na Maré. Uma investigação da Dcod identificou que esse tipo de crime, bem como roubos de carga, eram praticados pelo tráfico", disse.

A ordem para interromper as parcerias com ladrões, a partir do empréstimo de armas em troca de parte dos produtos roubados, foi dada após a operação Metástase II, da Dcod, que prendeu criminosos, na Baixada e no Rio, acusados de integrar quadrilhas com conexões entre favelas da Baixada Fluminense e o bando de Motoboy. Ele teria se irritado com os 'prejuízos'que a operação lhe causou.

Segundo o delegado, todos os roubos serão atribuídos a Motoboy, apesar do aparente arrependimento do traficante. "Já que ele tem o poder de mandar parar, então tem para ordenar que sejam cometidos também", explicou.

Comentários

Mais notícias