• Siga o Meia-Hora nas redes!

PM sofre sua 51ª baixa

Outros 3 são baleados, elevando para 9 o total de policiais atacados nesta semana

No dia em que mais três PMs foram baleados, morreu o 51º policial militar vítima de violência neste ano no estado. O sargento Eduardo da Silva Dias, de 48 anos, foi atingido por um tiro na cabeça, na quinta-feira, à noite, em assalto no Viaduto da Posse, em Nova Iguaçu, e morreu na madrugada de ontem, no Hospital Geral da Posse.

Desde a segunda-feira até a noite de ontem, foram nove PMs baleados, dos quais três morreram. Houve, ainda, dois policiais civis feridos a tiros. Um agente da Core, na segunda, e um delegado que reagiu a um assalto na Urca, na noite de quinta-feira.

Ontem, dois PMs foram baleados durante uma perseguição policial na Avenida dos Democráticos, em Bonsucesso, na Zona Norte. Segundo a Polícia Militar, os policiais são lotados na UPP Manguinhos e faziam um cerco para tentar capturar suspeitos que estariam sendo perseguidos por agentes do 22º BPM (Maré). Ambos foram atingidos nas pernas e não correm risco de vida.

Outro PM foi baleado na Cidade de Deus, na Zona Oeste. Segundo a corporação, os policiais faziam patrulhamento de rotina na localidade conhecida como Tangará, quando foram recebidos a tiros por bandidos da região. O militar foi levado para o Hospital Municipal Lourenço Jorge, na Barra, e, até o fechamento desta edição, não havia informações sobre o estado de saúde dele. Os criminosos fugiram.

O Portal dos Procurados divulgou oferece recompensa de R$ 5 mil por informações que possam ajudar na prisão dos envolvidos na morte do sargento Dias. Os outros dois PMs mortos na semana são Robert Nogueira de Almeida, baleado na terça-feira em Cascadura, e Rafael Silva Estevão, na quarta-feira em Botafogo. Há também R$ 5 mil de recompensa pelo telefone 2253-1177 ou o WhatsApp 98849-6099.

Comentários

Mais notícias