• Siga o Meia-Hora nas redes!

Vítimas de bala perdida

Duas pessoas foram feridas perto da Central durante tiroteio na Providência

Duas pessoas foram vítimas de balas perdidas nas proximidades da Central do Brasil durante tiroteio entre criminosos e policiais da Unidade de Polícia Pacificadora (UPP) da Providência, na noite de sexta-feira. Segundo a Secretaria Municipal de Saúde, elas foram levadas para o Hospital Souza Aguiar e o quadro de saúde de ambas é estável. O confronto assustou moradores do morro no Santo Cristo, Zona Portuária do Rio. Durante a madrugada, outros bairros sofreram com os tiroteios: no Estácio e Catumbi, nos morros do São Carlos e da Coroa, segundo moradores.

Na Providência, o confronto aconteceu na Praça do Teleférico, segundo a Polícia Militar. De acordo com o Centro de Operações da Prefeitura, o Túnel João Ricardo foi interditado pela Polícia Militar. A via ficou fechada por cerca de três horas e foi liberada por volta das 23h. O Terminal Américo Fontenelle e parte da comunidade ficaram sem luz. O Batalhão de Operações Especiais (Bope) foi acionado para reforçar o policiamento na região.

Nas redes sociais, moradores do Santo Cristo relataram o clima tenso na região na hora do tiroteio. "Eu estava lá na hora, só deu para pegar meu ônibus e sair voado assim que passageiros acabaram de embarcar no Américo Fontenelle", escreveu um internauta. "Está tudo escuro na Central, e muitos tiros passam por cima do prédio da Central do Brasil", disse outro.

Perto dali, no Estácio e Catumbi, a madrugada também foi tensa, com tiroteios nos morros do São Carlos e da Coroa, segundo moradores. Na manhã de ontem, O MEIA HORA flagrou um veículo blindado das UPPs, popularmente conhecido como Pacificador, circulando pelo Estácio e Catumbi, bairros da região central da cidade. Viaturas da PM também foram vistas perto do Túnel Santa Bárbara.

Comentários

Mais notícias