• Siga o Meia-Hora nas redes!

Indiciado por rosas em enterro

Philippe da Silva Vasconcelos, o homem que contratou um helicóptero para lançar pétalas de rosa durante o enterro do traficante Natan Isaque Souza Santos, foi indiciado por associação criminosa. Além dele, sua namorada Thaylany de Castro Belchior e dois traficantes da comunidade de Acari Carlos Eduardo Salles Cardoso, vulgo Capilé, e Roberto Pacheco de Souza, conhecido como Trakinas foram indiciados. Natan foi um dos sete traficantes encontrados mortos no dia 9 deste mês nas encostas do Leme e da Urca, na Zona Sul. Seu enterro foi no dia 12, no cemitério do Caju, Zona Portuária da cidade. O piloto e o co-piloto do helicóptero são investigados por crime tributário, já que não emitiram nota fiscal pelo pagamento do voo, que teria custado R$ 3 mil à vista.

Comentários

Mais notícias