• Siga o Meia-Hora nas redes!

Suspeitos são identificados

Polícia acredita que foi latrocínio

Agentes da 66ª DP (Piabetá) identificaram e estão buscando três dos quatro homens suspeitos pelo desaparecimento de Alex Sandro Barbosa, de 47 anos. O corretor de imóveis sumiu na manhã do último dia 27 de junho, na Baixada Fluminense, quando saiu de casa, em Piabetá, Magé, para encontrar um vendedor de carros, em Duque de Caxias, que conheceu através de um anúncio do site OLX.

Os policiais já prenderam um dos quatro suspeitos, e chegaram até ele porque o cartão de crédito de Alex Sandro foi usado no mesmo dia de seu desaparecimento, em Itaguaí, também na Baixada. Eles descobriram que quem usou o cartão estava em um carro, registrado no nome de Rosildo dos Santos Crisóstomo.

Após ser interrogado, Rosildo deu os nomes de Evandro Coelho de Oliveira Pacheco, morador de Itaguaí, e Fernando Joaquim de Freitas, de Saracuruna, em Caxias. Um terceiro suspeito de envolvimento no crime foi identificado como Wenderson do Nascimento Ruela, conhecido como Coxinha. Ele é gerente do tráfico de drogas na Favela da Mangueira, em Saracuruna, e responde por três processos parecidos.

Policiais da 66ª DP fizeram buscas na Favela da Mangueira mas ainda não descobriram o paredeiro do corretor de imóveis.

Comentários

Mais notícias