• Siga o Meia-Hora nas redes!

Sequestradores presos

Polícia faz operação para capturar bando que atraía vítimas com anúncios na internet

A Polícia Civil fez ontem uma operação para desbaratar quadrilha especializada em sequestros-relâmpago. A Operação Web abrangeu a capital e as cidades de Duque de Caxias, na Baixada Fluminense, e Três Rios, no interior do estado. A ação contou com o Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco) do Ministério Público e Corpo de Bombeiros, com cães farejadores. Onze pessoas foram presas.

Entre os crimes da quadrilha está o sequestro do corretor de imóveis Alex Sandro Barbosa, de 47 anos, que desapareceu no dia 27 de junho, depois de sair para negociar um carro.

As vítimas eram atraídas através de falsos anúncios de compra e venda de veículos na web. "Acreditamos que essa operação tende a desarticular esse tipo de modalidade criminosa que lesa pessoas de boa fé que, inocentemente, se propõem a fazer um negócio pela internet e se deparam com essa situação macabra", disse o promotor do Gaeco, Fábio Corrêa.

A investigação da Delegacia de Homicídios da Baixada Fluminense (DHBF) teve início há três meses, após um homem, morador de Jacarepaguá, ter sido assassinado em Duque de Caxias, depois que saiu para comprar um carro oferecido em um site. Os crimes teriam acontecido na Mangueirinha, naquele município. Uma ossada encontrada no local passará por exames para a identificação.

Os presos são: Fabrício Silência de Oliveira, o 'FB'; Cláudio Neves da Silva Reis, o 'Tiném'; François de Morais Cabral, o 'Frank'; João Pedro da Roca Passos, o 'JP'; Jonatan Silva de Souza, o 'Jota'; Júlio Cesar Almeida Silva, o 'Torrá'; Luciano de Oliveira Santos; Rafael de Freitas Pereira; Wenderson do Nascimento Ruela, o 'Coxinha'; Alcides da Costa Trancoso, o 'Cofrinho'; e Alexandre Jesus Galdino.

Comentários

Mais notícias