• Siga o Meia-Hora nas redes!

Solidariedade a Rivaldo

Mesmo fora do Brasil, o procurador-geral de Justiça do Rio, Eduardo Gussem, chefe do Ministério Público do estado, prestou solidariedade ao chefe da Polícia Civil, Rivaldo Barbosa, e a mais sete denunciados recentemente pelos promotores Cláudio Calo e André Guilherme Freitas. O grupo é suspeito de crimes previstos na Lei de Licitação. Em mensagem por WhatsApp enviada da Argentina, Gussem lamentou o episódio no qual os denunciados são colocados em xeque por supostamente fraudar três contratos emergenciais, num valor total de mais de R$ 19 milhões. O dinheiro seria para a contratação de mão de obra na área de tecnologia da informação. Gussem esclareceu que só soube da ação pela imprensa e por meio de dois telefonemas de Rivaldo. Em outro trecho, Gussem afirmou que a medida, principalmente em tempos de intervenção federal, ultrapassa as instituições.

Comentários

Mais notícias