• Siga o Meia-Hora nas redes!

Confronto no Alemão deixa cinco mortos

Segundo a PM, policiais foram atacados por bandidos durante patrulhamento

Policiais militares apresentaram na Delegacia de Homicídios, onde o caso foi registrado, os fuzis apreendidos
Policiais militares apresentaram na Delegacia de Homicídios, onde o caso foi registrado, os fuzis apreendidos - Divulgação / PMERJ

Cinco pessoas morreram ontem após um confronto com policiais militares no Complexo do Alemão, na Zona Norte do Rio. De acordo com a Polícia Militar, os PMs foram atacados por bandidos na altura da localidade conhecida como Serra da Misericórdia, na comunidade. Moradores do Alemão, no entanto, acusam integrantes da Unidade de Polícia Pacificadora (UPP) local de planejar uma tocaia.

Em nota, a assessoria da PM informou sobre o confronto no Alemão. "Policiais estavam em patrulhamento no Complexo do Alemão, próximo ao local conhecido como Serra da Misericórdia, quando foram atacados a tiros por criminosos. Houve confronto. Cinco criminosos foram feridos. Os policiais socorreram os feridos para o Hospital Getúlio Vargas", diz o comunicado.

Versão contestada

A versão da PM, porém, foi contestada por moradores da comunidade nas redes sociais. "Fizeram troia (tocaia) na Serra da Misericórdia pra pegar os caras voltando do baile e inventaram maior caozada", escreveu um internauta. "Que confronto é esse que só foi na mata? O confronto é na favela, não na mata", postou outro morador.

Comentários

Mais notícias