• Siga o Meia-Hora nas redes!

PM mata adolescente por causa de barulho

Cabo estava de folga e decidiu acabar com 'algazarra' da molecada a tiros de pistola

PM é preso em flagrante por morte de adolescente que brincava no telhado em frente à sua casa, em Magalhães Bastos. Na foto Ryan Teixeira do Nascimento
PM é preso em flagrante por morte de adolescente que brincava no telhado em frente à sua casa, em Magalhães Bastos. Na foto Ryan Teixeira do Nascimento - Reprodução Facebook

O barulho da brincadeira de crianças e adolescentes pode ter sido o motivo do assassinato do estudante Ryan Teixeira do Nascimento, de 16 anos. Ele foi morto quando estava brincando, com outros dois amigos, no telhado da Clínica Municipal de Saúde Boanerges Borges da Fonseca, em Magalhães Bastos, na Zona Oeste, por um tiro disparado pelo cabo da PM Pedro Henrique Machado de Sá, de 35, na noite de terça-feira.

O policial, que mora em frente à unidade de saúde, teria dito aos policiais civis que o prenderam em casa, logo depois do crime, que teria atirado "para acabar com a algazarra". De acordo com depoimentos de três testemunhas, o PM disparou seis vezes em direção aos jovens.

Segundo a Divisão de Homicídios (DH), Pedro Henrique é lotados no 22º Batalhão da PM (Maré) e estava de folga. Ele foi preso em flagrante por homicídio, dentro da própria casa, e entregou a arma do crime e teria dito que disparou apenas uma vez.

Um tiro atingiu as costas de Ryan, que morreu no local. Na parede da clínica, também era possível ver pelo menos uma marca de tiro. O enterro de Ryan, será no final da tarde de hoje, no Cemitério de Ricardo de Albuquerque. A polícia indiciou o cabo por duas tentativas de homicídio e por homicídio doloso, já que Ryan estava com mais dois amigos. O militar já tinha anotação criminal por ameaça, ocorrida em 2009.

Galeria de Fotos

PM é preso em flagrante por morte de adolescente que brincava no telhado em frente à sua casa, em Magalhães Bastos. Na foto Ryan Teixeira do Nascimento Reprodução Facebook
Quadra atrás do Centro Municipal de Saúde, onde Ryan (no detalhe) jogava futebol com os amigos Armando Paiva

Comentários

Mais notícias