• Siga o Meia-Hora nas redes!

Presos armeiros do tráfico

Operação pega resto de bando que era liderado por sargento do Exército

Policiais da Delegacia Especializada em Armas, Munições e Explosivos (Desarme) e da Coordenadoria de Recursos Especiais (Core), com o apoio da Inteligência do Exército Brasileiro, realizaram uma operação, ontem, e prenderam mais quatro pessoas apontadas como integrantes de uma quadrilha que fornecia armas para traficantes de drogas de favelas de Bangu e outras regiões.

A operação contou com veículos blindados e helicópteros. Mandados de prisão e de busca e apreensão foram cumpridos na Vila Aliança e na Coreia, na Zona Oeste. Os presos foram identificados como Marcelo da Silva Sales, conhecido como 'Marreco', Leiz da Silva Rodrigues, Valéria Simone de Oliveira de Almeida e Caroline Silva Campelo Sampaio.

A ação é um desdobramento de outra operação, ocorrida em outubro de 2017, quando foi preso o sargento do Exército Carlos Alberto de Almeida, de 46 anos, conhecido como 'Soldado' ou 'Professor' e considerado o maior armeiro do tráfico de drogas do Rio. Outros três suspeitos foram detidos. Na ocasião, foram apreendidas sete fuzis, sete pistolas, munições, grande quantidade de equipamentos e peças para manutenção de armas de fogo.

Segundo as investigações, Almeida ganhou a confiança dos chefes do tráfico utilizando ferramentas de ponta e equipamentos de última geração, como tornos mecânicos e fresadoras para serviços de conserto, manutenção, modificação e customização de fuzis, incluindo pinturas sofisticadas de camuflagens no armamento.

Na ação de ontem, também foram recuperados nove carros, além de peças em um galpão de guarda e desmanche de veículos de luxo roubados, na Vila Aliança.

Comentários

Mais notícias