• Siga o Meia-Hora nas redes!

Mais uma vítima

Professor de 34 anos é morto durante arrastão

Rodrigo (detalhe) morreu após levar dois tiros e o seu carro capotar
Rodrigo (detalhe) morreu após levar dois tiros e o seu carro capotar - foto enviada para o zap zap do meia hora

A violência no estado do Rio fez mais uma vítima inocente. Na manhã de ontem, Rodrigo Domingos Santana, de 34 anos, morreu em São João de Meriti, na Baixada Fluminense. Segundo testemunhas, ele estava dirigindo quando foi atacado por bandidos que atiraram enquanto realizavam um arrastão no local. Rodrigo foi atingido por dois tiros nas costas e perdeu o controle do veículo, que capotou.

O crime aconteceu na Rua José Carlos Vieira, no bairro Jardim Paraíso, nas proximidades da Favela do Dique. Os criminosos estavam em outros carros e iniciavam a sequência de roubos. Militares do Corpo de Bombeiros chegaram a encontrar Rodrigo ainda com vida, mas ele morreu logo depois.

A vítima era professor de Educação Física e, no momento do crime, estava indo para a academia onde era gerente, perto dali. Dezenas de publicações foram feitas nas redes sociais lamentando sua morte. Amigos de Rodrigo não esconderam a indignação. "Mais um amigo que perdemos por conta dessa maldita violência. Muito triste por essa perda", publicou um nas redes sociais. "Que Deus conforte toda a família e nós que o tínhamos como amigo. Grande homem de Deus, vai deixar saudades", lamentou outro. Rodrigo tinha esposa e uma filha pequena.

Agentes do 20º BPM (Mesquita) foram acionados para a ocorrência, registrada na Delegacia de Homicídios da Baixada Fluminense (DHBF), em Belford Roxo. Segundo o delegado-assistente Paulo André, o local foi periciado e imagens das câmeras de segurança serão analisadas para tentar identificar os bandidos.

Galeria de Fotos

Rodrigo (detalhe) morreu após levar dois tiros e o seu carro capotar foto enviada para o zap zap do meia hora
Rodrigo Santana Reprodução Facebook

Comentários

Mais notícias