• Siga o Meia-Hora nas redes!

Taxa de cemitério cai 73%

Custo do serviço era de R$ 545,47. Veja o novo valor

O prefeito do Rio, Marcelo Crivella, determinou redução de 73% no valor da taxa de exumação cobrada nos 13 cemitérios públicos da cidade. A medida, publicada no Diário Oficial de ontem, altera o custo do serviço de R$ 545,47 para R$ 147,32 nos cemitérios administrados pela concessionária Reviver e R$ 144,37 nos concedidos à RioPax.

Os cemitérios controlados pela Reviver são: de Ricardo de Albuquerque; de Santa Cruz; da Ilha do Governador; do Murundu (Realengo); de São Francisco Xavier (Caju); de Guaratiba; e de Paquetá. Já os da RioPax são: de Inhaúma; de Irajá; São João Batista (Botafogo); do Pechincha (Jacarepaguá); de Campo Grande; e de Piabas (Recreio).

A redução da taxa é promessa de campanha de Crivella que, ainda ano passado, ao assumir a Prefeitura, determinou que a Secretaria de Conservação e Meio Ambiente (Seconserma) reavaliasse o contrato com as concessionárias.

Para retirar os ossos da sepultura e reacomodá-los em uma urna menor ou cremá-los, é necessário efetuar o pagamento da taxa de exumação. Os restos mortais provenientes da exumação podem ser acondicionados em caixas de ossos, cuja destinação poderá ser através de nichos de aluguel ou ossuários públicos, no caso de restos não reclamados pelos familiares. Já para os jazigos perpétuos, a caixa de ossos pode ser colocada dentro da sepultura da família.

Comentários

Mais notícias