• Siga o Meia-Hora nas redes!

Mais uma vítima

Cabo foi reconhecido e assassinado na Baixada

Paulo Vitor é o 65º PM morto este ano no estado do Rio
Paulo Vitor é o 65º PM morto este ano no estado do Rio - Reprodução/Facebook

O cabo da Polícia Militar Paulo Vitor Barbosa Lopes foi morto a tiros durante um assalto, no final da noite de quarta-feira, em Nova Iguaçu, na Baixada Fluminense. Segundo a PM, o policial será sepultado hoje, no cemitério Vila Rosali, em São João de Meriti. O velório será a partir das 8h.

Lotado no 21º BPM (São João de Meriti), o PM estava de folga e foi baleado no tórax e no braço, na Rua Carlos Chagas, no bairro da Luz. De acordo com a polícia, Paulo Vitor foi reconhecido como PM e executado a sangue frio pelos criminosos, que levaram seu carro, recuperado horas depois, no Jardim Palmares, também em Nova Iguaçu.

O PM chegou a ser socorrido por colegas do 20º BPM (Mesquita) e levado para o Hospital Geral de Nova Iguaçu (HGNI), na Posse, mas não resistiu aos ferimentos.

O soldado Lopes é o quarto agente da segurança pública morto nesta semana no Rio e o 65º PM assassinado neste ano no estado. O Portal dos Procurados oferece recompensa de R$ 5 mil por informações que ajudem a prender os assassinos do PM. Contatos pelo WhatsApp (98849-6099), pelo Disque Denúncia (2253-1177) ou Facebook.

Ontem à tarde, um PM do 41º BPM (Irajá) foi baleado durante operação no Morro do Juramento, em Vicente de Carvalho. O policial foi atingido na perna e socorrido para a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) de Irajá. Ele não corre risco de morte. Os bandidos conseguiram fugir.

Comentários

Mais notícias