• Siga o Meia-Hora nas redes!

GENEROSIDADE

Clóvis Monteiro posa com Álvaro Barros Moreira e Alvinho
Clóvis Monteiro posa com Álvaro Barros Moreira e Alvinho - Divulgação

Tem uma história da chegada de um homem numa cidadezinha para onde está se mudando. Ao chegar na entrada da cidade, ele pergunta a um morador:

Como são as pessoas que moram nesta cidade?

O morador responde:

As pessoas daqui são invejosas, egoístas e orgulhosas. E como eram as pessoas da cidade em que você morava?

E o homem respondeu:

Também eram assim!

Ao encontrar outra moradora do lugar, o viajante fez a mesma pergunta. A resposta foi:

As pessoas que vivem aqui são maravilhosas, generosas e atenciosas! E os moradores da sua antiga cidade, como eram?

E o homem respondeu:

Também eram assim!

Conclusão: não importa o lugar para onde você vai, as pessoas serão como você decidir vê-las.

Na verdade, você é muito responsável pela reação das pessoas à sua volta. E existem pessoas que parecem ter o dom de encantar, de conquistar os outros com atitudes generosas.

Assim é o Álvaro Barros Moreira, capaz de se emocionar com a emoção dos amigos e vibrar com a vitória de quem ele gosta. Um certo dia, sabendo que um amigo vivia um momento difícil e não poderia oferecer uma festinha para o filho que fazia aniversário, organizou uma grande comemoração em um clube e chamou o amigo e sua família. Ao chegar, com o filhinho na festa, ele descobriu que era para eles toda a festividade: balões coloridos, uma grande mesa com bolo, docinhos e salgadinhos, música e lembrancinhas para todos os convidados.

Álvaro Barros Moreira é desses amigos de verdade. E como "filho de peixe, peixinho é", Alvinho, herdeiro da arte de fazer amigos, prova que é possível multiplicar a generosidade através das gerações!

Devemos aprender que, em vez de correr atrás das borboletas, podemos plantar flores!

Comentários

Mais notícias