• Siga o Meia-Hora nas redes!

Milícia tinha até uma feirinha

Polícia apreende uma tonelada de material falsificado em praça

Feirinha da Milícia em Cosmos
Feirinha da Milícia em Cosmos - Divulgação/DRCPIM

A Delegacia de Repressão aos Crimes contra a Propriedade Imaterial (DRCPIM) fechou uma 'Feirinha da Milícia', na Praça dos Escolares, em Cosmos, na Zona Oeste, ontem. A especializada chegou até o local após denúncias de moradores sobre as constantes interdições da praça pela milícia conhecida como Liga da Justiça. O grupo paramilitar é comandado por Wellington da Silva Braga, conhecido como Ecko, que é foragido da polícia.

Segundo as denúncias, os milicianos fechavam a praça, impedindo as crianças do local de brincarem na quadra polivalente, com intuito de realizarem a feira que só vendia produtos falsificados.

De acordo com informações da especializada, cerca de uma tonelada de roupas, tênis, relógios e material eletrônico falsificados foram apreendidos. A mercadoria está avaliada em R$ 500 mil. Oito pessoas foram detidas e levadas para a delegacia e a feira desmontada.

"Com esse tipo operação, estamos atacando o braço financeiro dos grupos paramilitares, que cada vez mais estão partindo para a venda de produtos piratas", disse o delegado Mauricio Demetrio, titular da DRCPIM.

No início do mês, a milícia sofreu outro golpe. A Polícia Civil apreendeu 20 mil pares de calçados falsificados em um local conhecido como "atacadão da milícia", em Campo Grande.

Comentários

Mais notcias