Mais Lidas

Moradores improvisam limpeza de ruas

Eles já contrataram até retroescavadeira e caminhão para retirar barro, entulho e lixo. Nesta terça, guardas municipais tentaram multar moradores

Moradores alegam quem limparam a rua sem auxilo do poder público
Moradores alegam quem limparam a rua sem auxilo do poder público -

Na ausência do poder público, moradores da comunidade da Muzema estão fazendo por conta própria a limpeza de barro, entulho e lixo espalhados nas ruas. Alguns chegaram a se desentender com guardas municipais ontem à tarde, quando agentes tentaram multar os moradores que estacionaram seus carros a cerca de 400 metros do local do desabamento, que já soma 16 mortos e sete desaparecidos.

Até retroescavadeira e caminhão-baú foram contratados para fazer o trabalho que deveria ser da Comlurb e da Prefeitura do Rio. Em uma rua, os moradores disseram já ter retirado cinco caminhões de barro.

Moradores interditaram uma rua para a limpeza e a Guarda Municipal interviu para retirar a interdição. Houve bate-boca e empurra-empurra, mas ninguém foi multado ou preso.

Moradores alegam quem limparam a rua sem auxilo do poder público Daniel Castelo Branco / Agência O Dia
Resgate de vítimas do desabamento de dois prédios na Muzema, na Zona Oeste do Rio. Moradores fazem manifestação conta a falta de apoio da prefeitura. Eles alegam quem limparam a rua sem auxilo do poder publico. Foto: Daniel Castelo Branco / Agência O Dia - desabamento, corpos, muzema, milicia, defesa civil, bombeiros, resgate Daniel Castelo Branco / Agência O Dia