Mais Lidas

Covid-19: Taxa de ocupação de leitos de UTI na rede SUS do Rio chega a 92%

Segunda a Secretaria Municipal de Saúde, há 394 pessoas, na capital e na Baixada Fluminense, que aguardam transferência para leitos

Taxa de ocupação de leitos no Rio está em 92% na rede do SUS
Taxa de ocupação de leitos no Rio está em 92% na rede do SUS -
Rio - Enquanto o número de casos e mortes por covid-19 não param de aumentar no Rio, uma outra preocupação toma conta da população fluminense: a falta de vaga e a consequente lotação do sistema de atendimento de saúde no município. De acordo com o balanço mais recente da Secretaria Municipal de Saúde (SMS), divulgado no último domingo (6), a taxa de ocupação de leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) na rede SUS da capital é de 92%, e a de enfermaria chega a 88%.
Ainda segundo a SMS, há 394 pessoas que esperam na fila por uma realocação em leitos no município do Rio e na Baixada Fluminense. Desse total, 198 são para UTI. Vale lembrar que, na rede municipal, há cerca de 700 pacientes internados, sendo 276 em Unidade de Terapia Intensiva.
Se o panorama na cidade é preocupante, no estado a situação é parecida: considerando todas as unidades da rede estadual destinadas ao novo coronavírus, a lotação está em 63% em leitos de enfermaria e 82% nos de UTI. Todo esse contingente causa, segundo a Secretaria de Estado de Saúde (SES), uma fila de 472 pessoas que aguardam transferência para leitos de internação, sendo 220 para enfermaria e 252 para UTI.