Mais Lidas

Vídeo: Mesmo proibido, DJ provoca aglomeração no Parque Nacional da Tijuca

Nas imagens, publicadas na tarde deste sábado, ciclistas param suas atividades e se aglomeram em frente ao músico para fotos. Muitos estão sem máscara

Mesmo proibido, DJ provoca aglomeração no Parque Nacional da Tijuca
Mesmo proibido, DJ provoca aglomeração no Parque Nacional da Tijuca -
Rio - Circula na internet, um vídeo em que um DJ de música eletrônica tocando em uma picape sobre um carro na área conhecida como Mesa do Imperador, em pleno Parque Nacional da Tijuca. Nas imagens, publicadas na tarde deste sábado, ciclistas param suas atividades e se aglomeram em frente ao músico para fotos. Muitos estão sem máscara.
"Vale lembrar que desde 9 de julho de 2020 está permitida a entrada no Parque a pé ou de bicicleta. A exceção é para veículos de serviços essenciais, de serviço público, de pessoas com deficiência e das concessionárias que operam no Parque no transporte de turistas para o Cristo Redentor e exclusivamente pela Estrada das Paineiras (via que fica entre a Rua Almirante Alexandrino e o Centro de Visitante Paineiras)", afirma uma nota no site do Parque.
Procurado, o Parque Nacional da Tijuca informa que não autorizou a realização de nenhum evento, de nenhuma marca, na Mesa do Imperador, que fica dentro desta Unidade de Conservação (UC), neste sábado.
"O Parque irá apurar as condições em que se deu o acesso não autorizado de um carro de som, na manhã deste sábado, e que ficou estacionado na Mesa do Imperador também sem permissão. Após as apurações, irá avaliar as medidas cabíveis a este caso. É importante reforçar que as atuais regras de visitação ao Parque, durante a pandemia de coronavírus, mantém a proibição da circulação de veículos em todas as suas vias, com exceção da Estrada das Paineiras, entre o Centro de Visitantes Paineiras e a Rua Almirante Alexandrino. Além disso, qualquer evento dentro do Parque necessita de prévia autorização, que é solicitada diretamente à UC por meio do site www.parquenacionaldatijuca.rio", diz em nota.