Mais Lidas

Chuva deixa duas mulheres mortas e três casas desabam em Duque de Caxias

Diversos municípios do Rio foram atingidos pela chuva

Rua Haia, alagada por conta da forte chuva em Duque de Caxias, nesta terça-feira
Rua Haia, alagada por conta da forte chuva em Duque de Caxias, nesta terça-feira -
Rio - Duas mulheres morreram, nesta terça-feira, durante o forte temporal que atingiu Duque de Caxias, na Baixada Fluminense. As vítimas, de 16 e 58 anos, foram arrastadas pela enxurrada. A chuva ainda provocou desmoronamento de três casas e arrastou diversos veículos. Por conta das fortes chuvas, o município entrou em estágio de atenção.
Segundo o superintendente municipal de Defesa Civil, André Xavier, a localidade mais atingida foi o distrito de Xerém, em especial os bairros Carreteiro e Santo Antônio. Sirenes de alerta chegaram a ser acionadas. O órgão orienta que, em caso de emergência, os moradores busquem locais seguros.
Nesta manhã, a praça de pedágio de Caxias, na BR-040, está interditada no sentido Juiz de Fora, com 6 quilômetros de retenção por conta da queda de uma árvore. A concessionária Concer e a Polícia Rodoviária Federal atuam na avaliação de passagem do tráfego pelo km 97, atingido por uma barreira e pela queda da árvore. Ainda não há previsão para reabertura do trecho.

Chuva forte em Magé
O município foi o mais atingido pelas fortes chuvas, com uma média de 255,3mm de chuva, segundo Centro Nacional de Monitoramento e Alertas de Desastres Naturais (Cemaden). A Defesa Civil do município divulgou, na noite desta terça-feira, que o município está em estágio de alerta por conta do alto índice de chuva que atingiu a cidade.

A Secretaria de Proteção e Defesa Civil divulgou que Vila Inhomirim com 237mm, Fragoso com 247mm, Jardim Nazareno com 188mm e Santo Aleixo com 87mm foram os locais mais atingidos, gerando pontos de alagamento em diversos pontos da cidade.

O sistema de alerta por sirenes foi acionado e os pontos de apoio e abrigos temporários estão mobilizados para atendar os moradores de área de risco. Foi constatada uma ocorrência de desabamento no Buraco da Onça, mas sem nenhuma vítima.

As equipes da Defesa Civil estão em ronda por todo o município e o Centro de Monitoramento está recebendo ocorrências através do telefone (21) 2739-4512 ou através do Disque 199. Também estão sendo enviados alertas de risco de desastres no celular através de SMS, WhatsApp e Telegram.

Com a previsão média de mais 60mm de chuva para esta quarta-feira (23), a orientação da Defesa Civil é que em situação adversa, os moradores das áreas de risco se dirijam para a casa de parentes ou ao ponto de apoio mais próximo.
Costa Verde
Em Angra dos Reis, um morador da região foi flagrado em cima de uma prancha, para conseguir fugir de uma enchente que aconteceu na Rua Coronel Carvalho, no Centro. Ele, que não teve o nome divulgado, improvisou uma prancha e um remo, formando uma espécie de stand up paddle, para ir para longe de um alagamento. Até o momento, não houve registro de mortos ou feridos.
Homem improvisa prancha e remo para fugir de alagamento - Twitter / Reprodução
Homem improvisa prancha e remo para fugir de alagamentoTwitter / Reprodução
A forte chuva também atingiu a cidade de Paraty nesta terça-feira. Um vídeo divulgado nas redes sociais, é possível ver uma enxurrada arrastando um veículo no bairro Patrimônio. De acordo com as primeiras informações, o motorista do carro conseguiu sair do interior do mesmo e passa bem.
A Defesa Civil de Paraty informou que durante todo o dia atendeu diversas ocorrências na cidade como alagamentos, quedas de árvores em vias públicas.

 
Rua Haia, alagada por conta da forte chuva em Duque de Caxias, nesta terça-feira Whatsapp O Dia
Homem improvisa prancha e remo para fugir de alagamento Twitter / Reprodução
Rua Descartes alagada por conta da forte chuva em Duque de Caxias, nesta terça-feira Whatsapp O Dia