Mais Lidas

Câmara do Rio entrega R$ 30 milhões para o programa Auxílio Carioca da prefeitura

Ao todo, o município investirá R$ 100 milhões no programa que prevê transferência de renda para vendedores ambulantes, alunos de escolas municipais e famílias em condição de pobreza

O prefeito do Rio, Eduardo Paes
O prefeito do Rio, Eduardo Paes -
Rio - A Câmara Municipal do Rio entregou, em cerimônia simbólica, um cheque de R$ 30 milhões para ajudar o município no financiamento do Auxílio Carioca, programa lançado na última quarta-feira pela prefeitura, que prevê transferência de renda para vendedores ambulantes, alunos de escolas municipais e famílias em condição de pobreza.

Famílias cadastradas no Bolsa Carioca receberão uma parcela de R$ 240, e as que têm alunos na rede pública municipal poderão receber R$ 108,50 por criança. Já os 13 mil ambulantes cadastrados na prefeitura terão acesso a R$ 500, parcela única referente ao momento que durar o fechamento do comércio, que vale a partir desta sexta-feira (26) até o próximo dia 4 de abril. Ao todo, o município investirá R$ 100 milhões no programa - R$ 30 milhões vindos da Câmara de Vereadores, e outros R$ 70 milhões.

"O cheque tem um simbolismo. Mas esse simbolismo é muito importante porque mostra para a sociedade, em um momento dramático, que as autoridades públicas buscam se unir para minimizar esse sofrimento. Esse é um plano ousado dentro das possibilidades do município", afirmou o prefeito Eduardo Paes (DEM), em cerimônia ao lado do presidente da Câmara Municipal, o vereador Carlo Caiado, do mesmo partido.

Agora, a Casa tentará se reunir nesta quinta-feira para aprovar um outro projeto apresentado pela prefeitura, o Auxílio Empresa Carioca, que prevê a ajuda de um salário mínimo proporcional para micro e pequenos empresários da cidade. O projeto deve atingir cerca de 200 mil empregados do pequeno comércio, entre bares, lanchonetes, restaurantes, salões de beleza e casas de festa, entre outros setores.