• Siga o Meia-Hora nas redes!

Dois militantes são baleados

Pessoa passa atirando em frente à Polícia Federal, onde Lula está preso

Um ataque a tiros contra o acampamento Marisa Letícia, em Curitiba (PR), deixou duas pessoas feridas na madrugada de ontem, segundo a direção do PT.

No Twitter, a presidente nacional da legenda, senadora Gleisi Hoffmann (PR), informou que Jeferson Lima de Menezes, de São Paulo, foi baleado no pescoço e corre risco de morrer. A Secretaria de Segurança Pública do Paraná confirmou que uma mulher foi ferida no ombro, sem gravidade, por estilhaços de um tiro que atingiu um banheiro químico.

Ainda segundo o órgão, os disparos foram feitos por uma pessoa a pé. Peritos da Polícia Cientifica do Paraná, policiais militares e da Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) da Polícia Civil estiveram no local e recolheram cápsulas de pistola 9 milímetros. Foi aberto um inquérito para apurar o caso.

O PT informa que mais de 20 tiros foram efetuados contra os militantes, que fazem uma vigília em apoio ao ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. A Avenida Mascarenha de Morais, no bairro Santa Cândida, foi fechada por manifestantes. Eles atearam fogo em pneus, mas a via já foi liberada.

Comentários

Mais notícias