• Siga o Meia-Hora nas redes!

Tríplex vendido por 2,2 milhões

Imóvel que a Justiça afirma ser do ex-presidente Lula é leiloado

O tríplex no Guarujá (SP) que foi o pivô da condenação e prisão do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva foi leiloado ontem por R$ 2,2 milhões, valor mínimo estipulado pela Justiça, informou o iG. O comprador foi o empresário de Brasília Fernando Gontijo, de 64 anos, o único a dar um lance. Além do valor do imóvel, ele vai arcar com uma dívida de R$ 47 mil em taxas de condomínio que estão atrasadas.

A unidade no Edifício Solaris tem 215 metros quadrados, quatro dormitórios e duas suítes, além de piscina, churrasqueira e um elevador privativo para circular pelos três andares do apê. No fim de janeiro, o juiz federal Sérgio Moro determinou a venda do imóvel, em leilão público. A decisão foi tomada após o tríplex ter sido penhorado a pedido da 2ª Vara de Execução de Títulos Extrajudiciais da Justiça Distrital de Brasília, em processo da empresa Macife contra a OAS. Segundo a defesa de Lula, a decisão dessa penhora, pela própria Justiça, comprovaria ser a OAS a verdadeira dona do tríplex do Guarujá, e não o ex-presidente Lula, que está preso desde abril.

Comentários

Mais notícias