• Siga o Meia-Hora nas redes!

Família morta em apart-hotel

Vingança por dívidas é principal linha de investigação para chacina

Cinco pessoas, quatro da mesma família, foram mortas por asfixia em um apart-hotel em Florianópolis (SC). Os corpos foram encontrados em cômodos separados, com pés e mãos amarrados e cordas no pescoço. Segundo a perícia, havia gasolina onde estavam os corpos e não houve disparo de arma de fogo. A polícia acredita que as vítimas sofreram tortura psicológica por horas a fio.

Foram assassinados o empresário Paulo Gaspar Lemos, 78 anos; seus três filhos Leandro Gaspar Lemos, 44, Paulo Gaspar Lemos Júnior, 51, e Katya Gaspar Lemos, 50 ; e Ricardo Lora, 39, sócio de Leandro.

Segundo a polícia, o crime foi cometido por três homens encapuzados. Uma copeira desconfiou da movimentação e fugiu. Os bandidos estariam procurando um cofre, que não foi encontrado, e roubaram dois carros da família.

A sigla da facção criminosa PCC foi escrita na parede, mas os investigadores acreditam que seja uma tentativa de despiste. As dívidas da família são a hipótese principal como motivação do crime.

Comentários

Mais notícias