• Siga o Meia-Hora nas redes!

Levou tiro na boca e deu à luz

Mulher sobrevive e faz cesariana com uma bala alojada no crânio

Uma mulher de 20 anos grávida de 39 semanas deu à luz depois de sobreviver a uma tentativa de homicídio cometida pelo próprio marido, um homem de 24 anos, e ficar com uma bala alojada no crânio.

A mulher, que mora na região de Sobradinho, Distrito Federal, levou um tiro na boca na manhã de domingo. Ela foi levada para o hospital para que fosse feito o parto da criança. A cesariana foi realizada ontem. O nome do bebê e a hora do nascimento não foram divulgados. A mãe está internada e estável.

O marido é considerado foragido. Segundo a polícia, ele cumpria pena em regime aberto por tentativa de homicídio e tinha passagens pela polícia por lesão corporal e receptação. O pai do foragido, de 66 anos, afirma que o filho estava limpando a arma e que o disparo foi acidental. Ele admite, contudo, que não testemunhou o momento do disparo.

Entre janeiro e julho deste ano, a Secretaria de Segurança Pública do DF registrou 16 casos de feminicídio. Em 2017, foram 11 casos. As informações são do site G1.

Comentários

Mais notícias